Criando um “Buffer” para suas redes sociais

buffer-logo

Para os que não sabem, eu leio muitos artigos via RSS (pelo Feedly atualmente) e as vezes acho interessante compartilhar algumas coisas com meus seguidores do Facebook e Twitter. O problema é que não dá para ficar postando tudo que leio ao mesmo tempo, se não a timeline do pessoal ficaria lotada (ou tavez nem apareceriam os posts). É aí que entra o Buffer.

Esse web app permite que você compartilhe as coisas na medida certa, em horários pré-agendados. Ele meio que joga os posts que você selecionou numa fila (estilo de um buffer de computação) e envia para seus perfis sociais aos poucos. Para guardar os itens desejados existem vários meios. No meu caso estou usando a extensão para Google Chrome, o Feedly para iPad e o Pocket (que merece um post a parte também), mas existem muitas outras formas disponíveis.

No caso da extensão para seu navegador (tem para Firefox e Safari também), ele colocará nas redes sociais um botão extra ao lado do “Enviar”, chamado Buffer, além de um botão ao lado da barra de endereços. Assim ele já armazenará no Buffer e postará os itens aos poucos. Mais fácil que isso não existe.

Funcionamento do Buffer em qualquer site

Funcionamento do Buffer em qualquer site

Funcionamento do Buffer no Twitter.com

Funcionamento do Buffer no Twitter.com

Funcionamento do Buffer no Facebook.com

Funcionamento do Buffer no Facebook.com

Além disso, ele integra uma ferramenta para você analisar o que está sendo mais visto, compartilhado, curtido e por aí vai. Algo que os encurtadores de URL fazem, porém já está integrado nele.

Antes do Buffer eu utilizava o HootSuite para agendar e analisar a recepção dos meus compartilhamentos, porém é como se eu usasse uma bazuca para matar uma formiga. No caso o HootSuite é um mais completo no geral, principalmente se você pagar para ter outros recursos extras, mas para o que eu queria o Buffer consegue realizar muito bem a tarefa.

Anúncios

Ubuntu, caixas de diálogo e dois monitores

Já estou há quase três meses com o Ubuntu e se tem uma coisa que me deixa puto furioso é o fato de que as caixas de diálogo abrem nos lugares errados quando se está com dois monitores. Um exemplo disso é quando você está usando um aplicativo e dá um CTRL+S e ele vai para o segundo monitor. Ok, nada demais no começo, mas depois de um tempo a paciência estoura. Por tal motivo procurei uma solução e descobri o que configurar para que isso não ocorra mais. É simples:

  1. Baixe o CompizConfig Settings Manager (caso não tiver): sudo apt-get install ccsm
  2. Procure General Settings e depois, na aba Display Settings configure o Overlapping Output Handling para Prefer smaller output ou bigger output, depende de qual monitor você mais usa. Aqui é o do notebook e prefiro que as coisas abram nele.
Opção para configuração

Ali está a configuração

Simples e fácil. Só seria mais fácil se fosse um script. Qualquer problema só deixar um comentário abaixo.

Usando o Twitter de forma eficiente

Muitos veem o Twitter como algo desnecessário ou supérfulo, afinal muitos dirão “tirando o fato de seguir pessoas famosas, qual a utilidade dele?”. Eu uso o Twitter e na realidade nunca o usei para seguir pessoas famosas, mas sim informações úteis. Sim, isso existe e, o melhor, dá para organizar muito bem essas informações utilizando as listas.

Listas

As listas são um recurso antigo, mas muitos não sabem utilizá-las. Uma lista permite selecionar somente alguns perfis para serem inclusos nela e, digamos que, cria-se assim uma timeline customizada. Supondo que você criou duas listas, uma de tecnologia e outra de economia, e já incluiu quem queria. Assim quando você quiser ler notícias sobre essas áreas é só acessar a lista desejada e lá estará somente o conteúdo desejado.

Outro recurso delas é que, caso você não queira acompanhar ativamente o perfil de um site ou empresa na sua timeline, você pode colocar ele na lista e dar um unfollow nele. Assim, você terá sua timeline um pouco mais limpa e continuará recebendo informações daquele perfil.

Como sei, muitos daqui dirão “Ah, muito complicado selecionar perfil por perfil”, porém o Twitter dá um atalho para esses, permitindo que o usuário assine listas de outras pessoas. Por exemplo, aquela lista de tecnologia que “criamos”. Se foi outra pessoa que criou, mas você gostou das fontes selecionadas, é só ir lá e seguir a lista. Você terá o mesmo acesso que ele, só não poderá adicionar ou remover fontes. Segue um vídeo que pode explicar melhor para vocês o funcionamento das listas.

Vídeo explicando o funcionamento das listas. Desculpem o ruído do foguete notebook

Eu possuo duas listas públicas que talvez interessem vocês: empreendedorismo e economia. Ambas tem atualizações constantes e a de empreendedorismo tem ótimas fontes, porém é meio impossível acompanhá-las direto. Até seria meio improdutivo fazer isso, porém eu checo quando posso, assim como minha timeline.